Gestão de pessoas humanizada: qual a relação com comunicação propositiva?

Ao abordarmos o conceito de gestão de pessoas humanizada, talvez o que venha inicialmente ao seu pensamento sejam imagens de empresas onde os colaboradores têm um salão de jogos, snacks liberados e nenhum dress code.

Estamos aqui para mostrar que a ideia de uma gestão humanizada vai muito além e, principalmente, provoca uma mudança de paradigmas, tanto para a organização quanto para seus profissionais.

Que tal descobrirmos juntos como a sua empresa pode trilhar o caminho de uma nova comunicação para alcançar uma gestão mais eficiente e satisfatória?

Entendendo a gestão de pessoas humanizada

Por muitos anos, nos acostumamos a pensar no mercado corporativo como um local pesado, a selva onde vence o mais forte, a pessoa que não tem espaço para as emoções e coloca o trabalho acima de tudo.

Felizmente, esse estereótipo está gradualmente sendo transformado por uma iniciativa das próprias empresas. São organizações com uma visão ampla de mundo que perceberam o desgaste físico e emocional dos ambientes e regimes empresariais tradicionais e agora optam por agregar valores relacionados à afetividade e humanização ao seu culture code.

Como, então, fomentar uma gestão de pessoas humanizada? Trata-se de agregar valor ao colocar o que a empresa tem de mais valioso: o capital humano.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Ouvindo a voz dos colaboradores

Essa valorização acontece de diversas formas. Conhecer e entender os desejos reais dos colaboradores de todos os níveis é altamente estratégico para gestores que querem dar um pontapé inicial. E como descobrir esses desejos? Basta perguntar!

Em um artigo para a Forbes, Vivian Maza defendeu o conceito de hiperpersonalização em empresas, onde cada profissional pode escolher quais benefícios são mais gratificantes para ele. Nesse modelo, a organização recebe constantes feedbacks e pode usar ferramentas de inteligência artificial para organizar dados e tomar decisões mais humanizadas.

Ouvir as pessoas é um conceito central. Na Harley-Davidson, por exemplo, qualquer funcionário, independentemente da hierarquia, pode sugerir soluções ao alto escalão da empresa. Assim, uma comunicação eficiente é fundamental para a fluidez de um processo de humanização.

Liderando de forma propositiva para melhor comunicação

Uma comunicação interna alinhada transfere dos ideais para a prática os conceitos que são tão caros à gestão humanizada. Por isso, é preciso ter à frente desse processo um líder propositivo.

Esse adjetivo é dado à pessoa que consegue analisar de forma crítica uma situação e, a partir da avaliação, pensar em soluções práticas e eficientes. No contexto organizacional, um líder propositivo tem um plano de ação traçado e disposição para colocá-lo em prática rumo ao êxito.

A personalidade analítica e com foco no futuro — inerente a um bom líder — é valiosa para a gestão de pessoas humanizada, pois consegue vislumbrar os benefícios a curto e longo prazo dessa cultura.

Entretanto, um líder propositivo certamente vai precisar ter à mão ferramentas para uma comunicação também propositiva em sua organização. Isso significa uma comunicação que ouça as pessoas e inspire mudanças significativas.

Essas mudanças, por sua vez, têm o poder de gerar resultados poderosos, como o aumento da satisfação e engajamento dos colaboradores, assim como a maior retenção de talentos.

A gestão de pessoas humanizada é o caminho do futuro para empresas que percebem que as pessoas são o que há de maior valor. Então, que tal começar hoje mesmo?

Para liderar de forma transformadora, você pode contar com o Voca, uma plataforma que elimina barreiras de comunicação na empresa. Conheça mais sobre nós no nosso site.

Powered by Rock Convert

Sign in to post your comment or sign-up if you don't have any account.

Deixe seu comentário

WordPress Lightbox